domingo, 21 de maio de 2017

Como ganhar dinheiro investindo em ações

O que ouvimos por aí é que a bolsa é um casino, muito falado por aqueles que nunca investiu, mas também falado por alguém que entrou na bolsa para especular e perdeu todo o dinheiro ou quase tudo. Uma coisa que toda pessoa que tem que fazer é estudar para começar a se investir. 

Há muitos investidores que ficaram ricos investindo em ações e podemos aprender muito com eles. Lendo livros, ouvindo, assistindo entrevistas, etc. Aqui no Brasil há uma pessoa famosa que ficou rica investindo em ações é o Luiz Barsi. Admiro muito esse homem, é uma pessoa simples e podemos aprender muito com ele. Abaixo há vídeo com uma entrevista muito boa. Muita sugestão é que você veja até o final. Você não vai se arrepender.


Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

terça-feira, 16 de maio de 2017

Proventos Recebidos - Maio de 2017

Olá senhores (as),
A cada dia vejo que meus proventos estão aumentando mais. Esses proventos vêm dos FII e da minha carteira de ações. Tenho algumas ações que pagam até bons dividendos, mas a maioria pagam mixaria. Claro que eu não me importo muito com isso, desde que elas me dão retorno através de crescimento.

Proventos ano 2016

Proventos recebidos: R$ 87,06

Proventos ano 2017

Proventos de Janeiro: R$ 2,73
Proventos de Fevereiro: R$ 231,81
Proventos de Março: R$ 153,30
Proventos de Abril: R$ 286,58


Proventos de Maio: R$ 293,64
Proventos Total ano 2017: R$ 968,06

Proventos Total ano 2016 e 2017: R$ 1055,12

Progresso dos proventos mensais e anuais em gráficos




Quando vejo esses gráficos fico muito feliz e isso é muito bom, mesmo que seja pouco. Vejo meus retornos tanto através de rendimentos quanto de crescimento da minha carteira. Esses proventos são todos reinvestindo. O meu foco é o aumento do patrimônio. 

Atenciosamente,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Emprestar dinheiro, emprestar cartão de crédito: Como lidar com isso

Emprestar dinheiro aos entes queridos e amigos é muitas vezes uma má ideia, pois isso coloca seu
relacionamento em perigo. Mas quando alguém que você ama está com dificuldades financeiras e você tem os meios para ajudar, pode ser quase impossível dizer não. Se você for emprestar. Então, o que você fazer?
Imagem (mundo das frases)

Não espere obter o dinheiro de volta

Um empréstimo a um amigo ou a um membro da família resulta muitas vezes na perda do dinheiro e do relacionamento. Então, não planeje fazer algo com o dinheiro que você emprestou. Trate esse dinheiro como um fundo perdido. O problema maior é esperar recebê-lo e o não pagamento pode resultar em coisa mais séria, como a perda de amizade.

Espere por um pagamento lento

Mesmo que você tiver discutido o dia de receber o dinheiro de volta. Não coloque esperança de receber no dia definido. Espere por receber esse dinheiro parcelado, por dias, meses ou anos.

Faça uma lista de verificação

Esse passo é a primeira coisa que você deverá fazer. Faça uma verificação do nome da pessoa. Deixe o sentimento de lado e aja como um banco. 

O que fazer

  • Verifique que essa pessoa te pediu dinheiro no passado. Se pediu, você foi pago de volta?
  • Foi pago de volta em tempo hábil? Você recebeu o dinheiro no tempo definido? Recebeu todo o combinado?
  • Qual é a probabilidade de ser pago de volta desta vez, caso não seja a primeira vez?
  • A pessoa tem meios para obter dinheiro para te pagar? Tem bens, um emprego, um negócio?
  • Quais são os fundos a serem usados? Quais os meios que a pessoa irá usar para te pagar.

Cobrar juros

Muita gente não cobra juros quando faz um empréstimo a parentes e amigos. Mas dependendo do tempo de empréstismo a cobrança de juros é essencial, pois isso pode te proteger da inflação. Defina qual o juro a ser cobrado. Não exagere nos juros. Cobre o praticado no mercado ou o que vai te proteger da inflação.

Discutir os termos

Discuta como vai ser a forma de pagamento. Se vai ser parcelado. Se o pagamento do juros  (se for cobrar) vai ser mensais, trimestrais, semestrais, anual (is) e o principal no dia do vencimento ou tudo no dia definido do pagamento.

Documentar por escrito

Algumas pessoas fazem um documento por escrito e pegam algumas assinaturas de testemunhas afim de se precaver caso haja a inadimplência. Isso é meio polêmico, mas não deixa de ser uma forma de se resguardar.

Obter detalhes

Pergunte a pessoa qual o objetivo do dinheiro. Esse dinheiro vai ser para comprar algo, pagar dívidas, pagar coisas relacionadas à saúde. Muita gente tem a cara de pau de pedir dinheiro emprestado para comprar carros, motos ou para gastar atoa. Dependendo do que a pessoa irá comprar ou pagar, é melhor não emprestar. Já tive parentes que me pediu dinheiro emprestado para comprar moto, mas eu não emprestei. 

Considere o impacto

Empreste somente o que não vai te comprometer financeiramente. Não passe disso, pois depois é você que irá ter dificuldades financeiras. E isso pode te afetar sentimentalmente e querer receber o dinheiro antes do combinado, caso você tenha definido.

Apenas emprestar o que a pessoa pode pagar

Empreste apenas o que a pessoa tenha condições de pagar. Nada a mais. 

Envolva o parceiro de imediato

Se você é casado ou em um relacionamento onde você está compartilhando uma conta de banco com seu (a) companheiro (a), certifique-se que o cônjuge está de acordo com sua decisão de emprestar o dinheiro a um parente ou amigo. Caso não esteja de acordo, isso pode causar uma tensão para suas reservas de dinheiro e o relacionamento pode ficar comprometido. Envolva o parceiro de imediato.

Emprestar dinheiro a parentes, amigos, ou seja, para quem que seja é uma das coisas mais complicadas para algumas pessoas. Muitas não sabem dizer não e isso pode afetar o relacionamento para sempre caso você empreste e não receba. Se você não se sente confortável em emprestar dinheiro a melhor coisa é dizer não. É melhor doar a emprestar caso você vê que isso pode afetar o seu relacionamento.

Uma coisa que acontece muito é o pedido de empréstimo de cartão de crédito. Na minha opinião, não empreste. Isso pode ser muito comprometedor, seu nome pode ficar sujo na praça caso o pedinte não te pague e você não tenha o dinheiro para cobrir a fatura. E os juros do cartão de crédito são os mais altos praticados no mercado. 


Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

sexta-feira, 5 de maio de 2017

10 dicas para viver com pouco dinheiro

O salário dos brasileiros na maioria são baixos e muitos fazem esforços para chegar no final do mês sem dever nada. Alguns conseguem, mas uma maioria reclamam que o dinheiro não dá para fazer nada e acabam se endividando. A seguir darei algumas dicas baseado nas minhas experiências para viver com pouco sem se endividar e ainda poupar.

Coloque as suas despesas na ponta do lápis

1. Compre somente à vista


Se você é uma pessoa que não sabe controlar seus gastos, o cartão de crédito não é recomendável. Muita gente usa esse cartão demasiado, sem pensar nas consequências. Fazem compras sem ter nada em conta e acabam se endividando. E como todos sabem, é um dos juros mais altos praticados no mercado, caso você não pague a fatura. Limite a retirada do dinheiro para cada semana e ajuste seus gastos. Coloque na carteira somente o que vai gastar. Assim, se sua carteira estiver vazia você não vai comprar nada.

2. Controle suas despesas


Anote o que você comprou numa planilha financeira. Existem muitas planilhas de gastos para download na internet. É só baixar e começar a controlar os gastos. Faça as anotações diárias. Há várias vantagens para isso, como:
  • Permite que você sabe para onde o dinheiro está indo. Assim, dá para saber exatamente o que foi comprado.
  • Você se torna mais consciente, pois não queremos ter gastos desnecessários no final do dia.
  • Ao longo do tempo suas despesas vão reduzir, pois isso torna uma espécie de jogo em que você começa a desafiar a ter despesas menores.

3. Escolha bem onde fazer compras


Gastos com habilitação, eletricidade, água e comida são os mais importantes. Os três primeiros geralmente são gastos mais fixos. Já alimentação é um gasto mais variável. Isso depende o que você come, onde compra e a inflação dos alimentos também entra aqui. Para reduzir os gastos nesses produtos é necessário fazer algumas mudanças, como:
  • Reduza o consumo de carnes (caso você coma). Consuma mais frangos que é mais barato.
  • Substitua as marcas dos produtos para similares, e com preços menores.
  • Troque de supermercados. Pesquise um próximo a você que tem preços menores. Comprar em atacadistas é uma das melhores opções. Os preços dos produtos chegam a ter uma diferença de até 50% menor. Mesmo que a compra seja no varejo.
  • Faça compras que vão durar o mês todo. Esse negócio de ir às compras toda semana faz a gente gaste mais.

4. Coma em casa


Uma coisa que mais consome dinheiro é comer fora de casa. Comer em bares, restaurantes e fast foods as despesas aumentam muito. Prepare sua comida em casa. Geralmente as refeições preparadas em casa são mais saudáveis. Claro que você pode comer e beber alguma vez fora, mas não com tanta frequência.

5. Prepare para despesas inesperadas


Geralmente essas despesas são gastos que você não esperava como algum casamento de amigos, alguma doença que seu plano não cobre (caso você tenha), aniversários. Esses gastos você pode controlar fazendo uma reserva de emergência. Coloque esse dinheiro num investimento com boa liquidez, assim que surgir alguma emergência você já tem um dinheiro para isso e não irá se preocupar com gastos acima do orçamento. 

6. Ande a pé, de bicicleta ou de transporte público


Se você trabalha perto do trabalho, ir a pé é uma boa opção. Além de ser bom para saúde, também é bom para seu bolso, ou seja, menos gastos. Ir de bicicleta também é uma ótima opção, pois uma boa bicicleta é barata, você pode comprar uma usada por um preço menor, o seu corpo irá agradecer e ainda vai andar em forma.

Ir para o trabalho de metrô, trem, ônibus é bem mais barato do que ir de carro. O transporte público não é muito bom em várias cidades, mas já morei em algumas que é fui bem atendido e sou. A minha estratégia e também pode ser a sua. Escolha um horário mais tranquilo para ir ao trabalho caso o horário do trabalho seja flexível. Fiz alguns teste até encontrar um tranquilo. Fica bom para ir e voltar. 

Outra forma de gastar menos com transportes é optar por Uber, Cabify ou até de taxi. Faça as contas para ver qual fica mais em conta.

7. Não precisa dizer sim a tudo


Vivemos numa sociedade projetada para consumir constantemente. Principalmente nas grandes cidades. Há varias tentações e temos que sabermos evitar. Muitos amigos, colegas nos convidam para irmos a bares, restaurantes. Caso seu dinheiro preservado para isso já acabou, dica não, pois isso vai comprometer seu orçamento.

8. Use lazer gratuito


As opções nas médias e grandes cidades são muito abundantes. Há parques, praças, concertos com entrada livre, museus gratuitos, bibliotecas, etc. Você pode desfrutar dessas coisas sem gastar nada. A maioria são qualidades excelentes.

9. Compre roupas, sapatos em outros lugares


Evite comprar roupas, sapatos em shoppings, lojas dentro de estações de metrô, aeroporto. Opte em comprar em lojas em regiões metropolitana, em bairros menos badalados. Lá você vai comprar as mesmas coisas com um preço bem menor. Compras pela internet é uma forma de economizar muito. Às vezes chegam a ter descontos de até 70%. Você pode comprar de tudo. Roupas, sapatos, remédios, eletrônicos, etc. Use cupons de descontos. Veja esse post.


10. Avalie antes de comprar, se vale a pena consertar

Avalie o sapato, o eletrodoméstico, as roupas antes de comprar novos. Muita vezes essas coisas podem ser consertadas com pouco gasto. E não há necessidade de trocá-las.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Atualização do Patrimônio Financeiro - Abril de 2017: R$ 82.858,66

Olá Senhores (as),

Abaixo segue o fechamento de abril. Consegui aportar um pouco a mais do planejado. Isso foi bom, mas no mês de maio o aporte vai ser um pouco menor devido a gastos não planejados. Por enquanto meus aportes estão sendo em ações e FII. A maioria das minhas ações estão com um desempenho bom, mas tem umas duas que insistem a ficar no vermelho, mas essas são consideradas empresas boas. Como eu compro visando o longo prazo, isso não tem muita importância no momento, pois há pouco tempo que estou com elas na carteira.

Saldo Anterior: R$ 74.006,76
Aporte Anterior: R$ 6.117,60

Patrimônio liquido: R$ 82.858,66
Aporte em Ações: R$ 4.839,20
Aporte em FII: R$ 2.369,60
Aporte Total: R$ 7.208,80


Saúde

Eu fiz um post aqui sobre os benefícios dos exercícios físicos e disse que estava praticando corridas. Pois é, a cada dia que passa estou ficando melhor, tendo mais desempenho, mais fôlego. Minhas corridas variam de 5km a 15km. Corro 3x por semana. Correr é muito bom, é uma coisa que eu recomendo. 

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Como viver bem com menos

Hoje o que mais vemos são propagandas a todo tempo. Não importa onde você esteja. Pode ser na rua, na TV, no computador, no celular, etc. Somos bombardeados o tempo todo. Comerciais de gente comprando com um sorriso no rosto. Comerciais que induzem ou faz a pessoa acreditar que se ela conseguir aquele produto ela será mais feliz, mais realizada na vida. 

Será que você precisa de tudo isso?
Hoje as casas estão cada vez mais grandes, cheias de tranqueiras que só estão ali só para ocupar espaço, alguns cômodos da casa nem são visitados. Guarda-roupas lotados, sapateiras lotadas. Há pessoas que tem tanto sapatos e roupas que se não repeti-las durante um ano, mesmo assim não serão capaz de usa-las todas. 

Assisti nesses dias a um documentário que prega o minimalismo. Eu já uso isso há muito tempo.  E nem sabia do termo. Compro o que eu necessito. Nada há mais, não gosto de ver coisas sem utilidades. Quando não estou usando algo, por exemplo, roupas, objetos, eu faço uma doação. Pesquisando na internet, vi que tem alguns blogs que pregam o minimalismo também.

"Minimalismo é muito mais do que um estilo de vida. É uma ferramenta que pode ajudar a todos aqueles que estiverem dispostos a se livrar dos excessos em favor de se concentrar no que é importante para encontrar a felicidade, realização pessoal e, principalmente, liberdade."

Para quem tem Netflix e deseja assistir ao documentário é só pesquisar pelo nome: "Minimalist" e também tem o site de dois caras que escreveram um livro sobre. Clique aqui para acessá-lo.

Alguns sites sobre o assunto

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Você nunca vai ser rico

É quase unânime que a maioria das pessoas querem ser ricas, mas poucas procuram enriquecer de verdade. A maioria só sabem reclamar da vida, colocar a culpa em terceiros, por exemplo, no governo e na família, alegando que é pobre. Claro que para quem nasceu em uma família pobre é bem mais difícil se tornar rico, mas não é impossível. Conheço muitas que tem oportunidades, mas simplesmente não aproveitam. Hoje o acesso à informação é bem mais fácil, a internet está aí com muitas informações de graça, é certo que tem muita bobagem, mas há muita coisa boa, é só filtrar o que é bom. Mas o que vemos é que as pessoas gostam mesmo é de bobagem. Os sites e os canais do youtube  mais acessados são os que falam besteiras, que praticamente não agregam nada. 

Se você quer ficar rico e tem hábitos de manada, vive na matrix e acompanha o que a mídia e as pessoas pregam por aí, o que eu posso te falar que dificilmente você vai ficar rico. Se você realmente quer ficar rico tem que mudar seus hábitos ruins, estudar mais, procurar ganhar mais dinheiro através de um emprego, de empreendedorismo, etc. A seguir descrevi algumas coisas que impedem a riqueza das pessoas.

Deveria rebocar a parede a comprar iphone

Trocar de carro em dois em dois anos 

O que mais ouço são as pessoas e a mídia falando que é bom trocar de carro depois que ele completar 2 anos de uso. E vejo que a maioria acredita nisso e acaba trocando o carro. Nesse rolo acaba só gastando mais, dá o carro seminovo de entrada e completa para pegar o novo. Nisso nunca ficam com as finanças em dia. Não aportam e ficam só vivendo de aparências com um "sofá de rodas".

Comprar smartphone sempre quando lança um mais atual

A imbecilidade das pessoas é uma coisa que me admira muito. Vejo pessoas que não tem nem onde cair morta, mas estão com o celulares de última geração, os iphones, samsungs da vida. Claro que são os mais caros. Não contentam com um de R$500,00 ou menos. Tem que ser os que valem entre R$3000,00 e R$4000,00. Dividem em 24 vezes e ficam ostentando um porcaria de um celular ao invés de usar esse dinheiro para aprimorar nos estudos. Como é que uma pessoa dessa vai ficar rica um dia? 

Usar só roupas, sapatos, tênis de marca

Ás vezes eu tenho vontade de meter a porrada em algumas pessoas que ficam só falando de roupas e tênis de marcas. Os infelizes ganham uma mixaria de dinheiro e ainda ficam se exibindo seus tênis de R$700,00, camisas de R$300,00 parceladas em 12 vezes. Mas se perguntarem que tem algum dinheiro investido a resposta sempre é negativa.

Há muitas coisas que corroem o dinheiro das pessoas, como: baladas, bares, carros financiados, etc. As pessoas vivem de aparências, compram coisas para mostrar para outros. Acompanham a manada, nunca param para refletir o que está fazendo e depois ficam aí chorando por causa de reforma de previdência, de falta de oportunidades.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››