terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Metas financeiras de 2017 - Aportes

Este ano de 2017 foi um ano que eu consegui dar a volta por cima. Foi um ano que consegui aportar muito. Nos anos passados que ganhava o mesmo salário também consegui juntar uma boa grana, mas fiz algumas besteiras e isso acabou me ferrando. De agora para frente vou começar nessa pegada e tentar aportar mais e buscar aumentar a minha renda.

Em cada final do ano eu projeto uma meta de aportes para todo o ano seguinte. Como tive algumas surpresas, eu não consegui bater todas as metas de aportes mensais. No mês de maio não bati a minha meta devido ter gastos acima do planejado. Já nos outros bati minhas metas com sobras.


No mês de janeiro o aporte foi mais alto devido a sobra de dinheiro do carro que vendi. Então, quase 10k são dessa grana. Já os outros são de aportes do meu salário, do FGTS e dos proventos.

Eu consegui poupar 71,63% da minha receita líquida, aqui eu estou descontando os proventos. No ano todo consegui aportar R$ 87.096,04. Muito dinheiro ao meu ver. Espero aumentar cada ano meus aportes.

Neste mês irei divulgar um post mais completo com minha retrospectiva e metas para o ano de 2018.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

sábado, 9 de dezembro de 2017

Proventos Recebidos - Novembro de 2017

Olá senhores (as),

A cada dia vejo que meus proventos estão aumentando mais. Esses proventos vêm dos FII e da minha carteira de ações. No longo prazo quero viver de dividendos e não quero desfazer de ativos para cobrir meus gastos.

Os proventos do mês de novembro foram maiores em relação ao mês passado. Como há variações de pagamentos nos meses. O meu foco é mais no crescimento anual. E isso está ocorrendo muito bem. Também devido ao meu aumento de patrimônio com aportes constantes.

Estou muito exposto em ações. Estou pensando aumentar a minha exposição em FII e diminuir em ações. Vou fazer isso no correr do ano que vem.

Até hoje eu nunca recebi uma carta de FII. Todo mundo fala que recebe. Meu endereço na corretora está atualizado. Eles deixaram de enviar essas correspondências? Alguém pode me responder?

Proventos Detalhados




Proventos de Novembro: R$ 262,76
Proventos Total ano 2017: R$ 2.623,99

Proventos Total ano 2016 e 2017: R$ 2.711,05

Progresso dos proventos mensais e anuais em gráficos






Estou participando do ranking dos dividendos no blog do Mestre dos Dividendos estou um dos últimos, mas é bom participar de forma saudável desses rankings da galera. Quem tiver interesse é só dar uma passadinha lá.

Atenciosamente,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Colocar filhos no mundo para sofrer

Eu já pensei em ter filhos há alguns anos, mas depois com ao passar dos anos a minha pretensão de colocar filho no mundo é zero. O que é pregado na sociedade é que a gente deixe um herdeiro. Deixar um descendente. Acho isso besteira.

Sei que qualquer pessoa saudável está sujeito a ter filhos com problemas ou mesmo ter problemas durante a vida, mas não vou entrar nessa questão.


Talvez o relato que vou falar aqui seja pesado para algumas pessoas, mas mesmo assim vou dar minha opinião sobre isso. No meu ponto de vista, uma pessoa deve-se analisar quando for colocar alguém no mundo. É muito triste ver pessoas sofrendo por aí por irresponsabilidade dos pais.

Tenho um colega casado que tem alguma deficiência física, um dia ele falou que tem outros problemas e que isso foi herdado. Como a maioria das pessoas que casam, a pretensão é colocar um filho no mundo com o objetivo que sua geração dure por muitos anos.

Esse colega tem um filho pequeno, mas eles vivem nos hospitais, pois o filho só anda doente. Nasceu com algumas deficiências e sofrem muito com dores. Ele mesmo falou que tem dó de seu filho, pois sabe que ele vai sofrer muito. Inclusive esse colega trabalha em tempo reduzido por ser deficiente e sofrer com algumas dores.

Agora é que meu questionamento vem. Se eu sei que eu tenho uma doença que é hereditária e que se eu tiver algum filho ele vai sofrer com isso. Por que colocar um indivíduo no mundo para sofrer? No meu ponto de vista isso é egoísmo, é falta de responsabilidade.

Sei que muita gente fala: "vai que cola" ou "tem a chance de nascer sem doenças por causa do outra pessoa saudável", mas se as chances estão tudo para dar errado, então nem é melhor nem arriscar. Essa é minha opinião.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Atualização do Patrimônio Financeiro - Novembro de 2017: R$ 133.366,22

Olá Senhores (as),

No mês de novembro eu tirei uns dias de férias. Não viajei para lugar diferente, passei esses dias na roça dos meus pais. Descansei muito e também comi demais. Vejo que a cidade é para eu ganhar dinheiro mesmo. A minha pretensão é voltar para lá quando eu atingir a IF. 

Eu não invisto na zona rural, pois eu estou longe. Tenho irmãos que estão investindo por lá. Espero que dê tudo certo. Se trabalharem com sabedoria creio que eles vão ficar bem.

Meu blog não é mais 100% anônimo. Um dos meus irmãos me descobriu. Espero que ele não abra o bico.

A bolsa foi fraca no mês de novembro e isso acabou afetando as minhas ações. Este mês tive uma pequena queda na rentabilidade na minha carteira geral. Nem o aporte me salvou dessa vez.

Apenas os FII's que ficaram no azul. Já as ações e o TD ficaram no vermelho.

Os aportes foram em ações e FII. Por enquanto TD sem aportes.


Saldo Anterior: R$ 130.125,79
Aporte Anterior: R$ 5.747,40

Patrimônio liquido: R$ 133.366,22
Aporte em Ações: R$ 3.436,50
Aporte em FII: R$ 1.792,00
Aporte Total: R$ 5.228,50






Rentabilidade detalhada


A evolução do patrimônio segue firme. Com aportes constantes, reaplicação dos proventos e rentabilidade, a evolução do patrimônio está indo bem.

Hobbies 


Estou seguindo firme nas corridas. Só que quando estava em férias em corri apenas uma vez. Agora é voltar com força para bater minhas metas.

Tenho que voltar a tocar violão com mais frequência. Estou esquecendo até as músicas que tocava para as minhas peguetes.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Assembléia na carpintaria - Reflexão

Estou em férias e não estou tendo tempo para postar, então decidi postar um texto que é meio clichê, mas acredito que pode fazer alguma diferença para alguém.


Contam que na carpintaria houve uma vez uma estranha assembléia. Foi uma reunião das ferramentas para acertar suas diferenças.

O martelo exerceu a presidência, mas os participantes lhe notificaram que teria que renunciar. A causa? Fazia demasiado barulho e, além do mais, passava todo o tempo golpeando. O martelo aceitou sua culpa, mas pediu que também fosse expulso o parafuso, dizendo que ele dava muitas voltas para conseguir algo. Diante do ataque, o parafuso concordou, mas por sua vez, pediu a expulsão da lixa. Dizia que ela era muito áspera no tratamento com os demais. A lixa acatou, com a condição de que se expulsasse a trena, que sempre media os outros segundo a sua medida, como se fora a única perfeita.

Nesse momento entrou o carpinteiro, juntou o material e iniciou o seu trabalho. Utilizou o martelo, a lixa, a trena e o parafuso. Finalmente, a rústica madeira se converteu num fino móvel. Quando a carpintaria ficou novamente só, a assembléia reativou a discussão. Foi então que o serrote tomou a palavra e disse:

"Senhores, ficou demonstrado que temos defeitos, mas o carpinteiro trabalha com nossas qualidades, com nossos pontos valiosos. Assim, não pensemos em nossos pontos fracos, e concentremo-nos em nossos pontos fortes'.

A assembléia entendeu que o martelo era forte, o parafuso unia e dava força, a lixa era especial para limar e afinar asperezas e a trena era precisa e exata. Sentiram-se então como uma equipe capaz de produzir móveis de qualidade. Sentiram alegria pela oportunidade de trabalhar juntos.

Ocorre o mesmo com os seres humanos. Quando uma pessoa busca defeitos em outra, a situação torna-se tensa e negativa. Ao contrário, quando se busca com sinceridade os pontos fortes dos outros, florescem as melhores conquistas humanas.

É fácil encontrar defeitos. Qualquer um pode fazê-lo. Mas encontrar qualidades e enxergar atributos, isto é para os sábios.

Autor desconhecido.

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Greve: Um direito que atrapalha o próximo

O que a gente mais ver nos noticiários é que determinada categoria de trabalhadores estão em greve.  Os quais estão em busca de melhores qualidades no trabalho, de uma reposição no salário para cobrir a inflação. É o que dizem. Será que toda greve é legítima?

A Constituição Federal em seu artigo 9º e a Lei nº 7.783/89 "asseguram o direito de greve a todo trabalhador, competindo-lhe a oportunidade de exercê-lo sobre os interesses que devam por meio dele defender." 


Vejo que nem toda greve é legítima. Muitos sindicatos convocam os trabalhadores para graves ou paralisação que tem interesse político. Tais como essas paralisações gerais. As vezes os sindicatos fazem alguns acordos que não dá entender. Muitas das vezes abusam nas greves. A maioria são esquerdistas, para não dizer 100%. Não conheço um sindicalista que não é petista ou de algum partido de esquerda. 

A maioria dessas greves atrapalham o direito de ir e vir das pessoas. Ruas, avenidas, estradas são fechadas com barreiras e isso acabam prejudicando a locomoção de pessoas que não fazem parte do movimento. Praticamente a cidade para.

Acredito que a maioria dos leitores desse blog já percebeu que eu moro na cidade onde há a maior concentração de bandidos por metros quadrados (Brasília - DF). Como aqui é a sede do Governo Federal aqui é cheio de manifestações e greves e isso prejudica muito a população. 

Também as greves dos servidores públicos distrital são constantes. Principalmente do transporte. Só este ano os ônibus já pararam por 5 vezes. Claro que eles buscam por seus direitos, mas a população que é prejudicada. 

Desde quando eu cheguei aqui as passagens aumentaram 75%, isso só em 3 anos. Acho isso um absurdo. Nada melhorou, mas o preço sempre aumenta. Os ônibus são de empresas particulares, mas o metrô é público e os salários deles não são ruins, mesmo assim eles estão em greve. Claro que eles reivindicam por mais servidores, mas também por reposição de salário.

Se formos comparar os salários dos servidores públicos com a da população que não trabalha para o governo, os salários nossos são extremamente bons. No órgão que trabalho uma pessoa de ensino médio entra com um salário inicial de R$ 5000,00. Esse salário, raramente uma pessoa de ensino superior consegue no Brasil no início de sua carreira. Então, em muitas das vezes essas pessoas choram de barriga cheia.

Trabalho ao lado de órgãos do judiciário e eles sempre ficam reclamando que ganham pouco e tal. Esse pessoal trabalha 7h por dia, pega recesso de 15 dias no fim do ano, emenda os feriados, etc. Sendo que eles nem pagam por esses dias de ausência, mas mesmo assim ficam reclamando. É um absurdo. 

Eu sou servidor público e em comparação com a maioria da população meu salário é excelente. Por isso que eu não fico chorando pelos cantos. Sei que a minha produção são para produtos do governo, mas não faz com que a economia do Brasil cresça. Então, reconheço que ganho bem.


Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

A Ascensão do Dinheiro

Olá pessoal,

Para quem não leu o livro "A Ascensão do Dinheiro. A História Financeira do Mundo" e também para quem já leu, mas não assistiu ao documentário que existe sobre o livro, recomendo que assista ou leia o livro. Acredito que é uma fonte de informação para qualquer pessoa. 

Para quem deseja ler o livro e não quer comprar é possível baixa-lo clicando neste link.  E para assistir ao documentário deixarei os links do vídeos em inglês e português. Escolha o de sua preferência. São 6 vídeos em português, vão do episodio 1 ao 6.

Este é em inglês


Este é em português

Abraços,
Cowboy Investidor
Leia Mais ››