sábado, 4 de novembro de 2017

Como gastar R$ 300 mil em poucos anos

Eu tenho um colega que que tem por volta de 38 anos de idade. João (nome fictício) mora em uma cidade grande (capital), é casado e é um excelente profissional e não tem filhos.

Antes de 2008 João trabalha em dois empregos. Era bem remunerado, como vivia com seus pais nessa época conseguiu juntar uma grana boa e comprou um apartamento de 3 quartos em um bairro excelente. Nessa época os imóveis ainda não estavam em alta.

João e sua esposa com a chave do apartamento.

Com as chaves em mãos João começa a decorar o apartamento com a sua noiva e logo se decidem se casar. Os anos se passar e o a valorização dos imóveis começam aumentar ao todo vapor. Vislumbrado com isso João teve a ideia de vender o apartamento.

Então, ele conversou com a sua esposa e venderam o apartamento com um excelente lucro e foi morar de aluguel. Venderam por R$ 300 mil em 2012. Com esse dinheiro ele comprou um carro na faixa de R$ 60 mil e guardou o resto. Nessa época ele já tinha deixado um dos empregos.

O casal sempre gostou de fazer viagens para Europa e ficar por lá várias semanas. Então, o dinheiro era retirando da conta, pois o salário atual não cobria todos os gastos do casal.

Com o dinheiro acabando, sua esposa que ganhava pouco decidiu parar de trabalhar para focar integralmente nos estudos para concursos. Assim, com a intenção de ter uma renda maior. Passaram alguns anos mas ela não conseguiu ser aprovada em nenhum concurso. E claro, praticamente o dinheiro do apartamento já estava acabado.

João decidiu vender o carro e mudar para um apartamento perto do trabalho. Ele já tinha conformado com a burrada que fez e falava comigo e seus amigos que acreditava que nunca iria ver tanto dinheiro que ele tinha recebido e que provavelmente nunca iria conseguir comprar um imóvel igual ao que tinha, pois hoje está muito caro. Dizia que as viagens compensaram, mas que foi um precipitação vender o imóvel.

João é um cara que ganha bem, mas ele gosta de viajar para Europa e ficar lá por várias semanas experimentando cervejas, etc e de frequentar lugares caros. Então, se ele não mudar o comportamento e o pensamento ele nunca vai conseguir mesmo. Faz alguns anos que não converso com ele e não sei qual a sua situação. Sei que ele está trabalhando em uma boa empresa.

Abraços,
Cowboy Investidor

50 comentários :

  1. First.
    Fala cowboy! Td bem?
    É o seguinte: EU DUVIDO que essa história seja verdade!!! Não consigo acreditar, me desculpe... rs
    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não duvido, tenho um exemplo aqui em casa, meu pai torrou uma fazenda que a minha mãe tinha ganho do meu avô como presente de casamento, na época eles decidiram sair do interior para arriscar a vida na cidade grande, minha mãe concordou em vender a fazenda para que fossem comprados 2 apartamentos na cidade e um seria alugado e outro era para eles morarem, depois da venda meu pai cresceu o olho e convenceu a minha mãe que seria melhor abrir uma empresa com o dinheiro e que logo ele poderia comprar 4 apartamentos, minha mãe aceitou, hoje, meu pai está falido com mais de 100k em dívidas e a fazenda virou pó, sendo que hoje valeria entre 500k e 800k.

      Excluir
    2. Tenho um tio que vendeu umas terras também. Vou contar esse causo em um próximo post.

      Abraços.

      Excluir
    3. Também tenho casos assim na família.

      Esses dias vi o filme "1922" onde um cara torra a fazenda da esposa. Colocar fora dinheiro é bem comum no mundo capitalista na verdade.

      Excluir
    4. Assisti esse filme também.

      Abraços.

      Excluir
  2. Olá IM,

    É verdade. Ele até me mostrou o prédio e o apartamento (vi por fora). Ele sempre falava da burrada que fez para nós.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Ele tem uma bela história e experiência de vida, além do lazer que poucas pessoas tiveram a oportunidade de ter.

    A vida é feita de escolhas seja elas pequenas ou grandes o impacto é perpétuo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, GM. Sim, tem experiência, mas o problema é que ele conseguiria fazer essas coisas sem ter que vender o apto, pois o salário dele permite isso se ele tivesse mantido o apto. É só ele e a esposa e ele tem um salário de uns 10k. É só saber administrar a grana.

      Abraços.

      Excluir
  4. Tenho um colega de trabalho que, na mesma época, vendeu uma casa quitada em Planaltina, Distrito Federal, por R$ 30 mil, foi morar de aluguel, comprou uma Pálio Weekend 0Km (que custava 45 mil à época), ainda pegou um financiamento de 15 mil para terminar de pagar o carro. Disse que estava novo (mais de 30 anos), e que queria curtir a vida.

    Perturbamos ele para não fazer esta burrada, mas ele fez. Hoje nem digo o quanto ele se arrepende. Hoje, ele ainda mora de aluguel, casado, dois filhos para aumentar a despesa.

    Sim, estas coisas acontecem na vida real.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Zehmaria84,

      Acontece e muito. Eu tenho vários conhecidos que fizeram besteira. Vou relatar isso aqui ao longo das pastagens. O problema é que a maioria não consegue dar a volta por cima.

      Abraços.

      Excluir
    2. Sempre acompanho os posts. Obrigado pelo site!

      Excluir
    3. Obrigado Zehmaria84 pelo comentário e por frequentar o blog.

      Abraços.

      Excluir
  5. Fala Cowboy!

    Que história hein, tem pessoas que tem tudo na mão, mas conseguem jogar tudo fora, incrível essa habilidade.

    Eu sei de uma história meio parecida, um conhecido meu ganhou uma herança de 150K dos pais, e adivinha o que ele fez? Comprou moto com cilindrada alta, carro, e parou de trabalhar, nem preciso dizer que hj está desesperado, e vendeu seus bens para ainda tentar se manter...

    Abraços e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá SB,

      Esses caras tem tudo para ficar bem, mas acabam fazendo besteira.

      Abraços.

      Excluir
  6. Fala Cowboy,

    Acho que pra nossa comunidade aqui na blogsfera essas histórias são tão absurdas, pois jamais faríamos coisas similares. No entanto, é o que mais acontece por aí. As pessoas realmente só querem saber do presente e não conseguem fazer projeções pro longo prazo.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade EP,

      É muito comum essas coisas. É só observar direito que vão encontrar muitas coisas.

      Abraços.

      Excluir
  7. Tenho relato de casos ainda mais bizarros , conheci um cara que o pai dele vendeu um terreno para prefeitura avaliado em 2 milhões e 500 mil reais , advinha o que aconteceu? depois de dois anos torrando a beça todos ficaram pobres novamente.

    OBs na época CDI pagava líquido mais de 10% a.a, isso garantiria fácil ali uns 25 mil reais a.m de juros.

    Deixando dinheiro para dormir no CDI 7 anos depois ele estaria com o dobro deste valor ou até mais.

    Outro caso foi de um cara playboy que foi adotado por uma família rica e recebeu uma herança de milhões, adiante torrou tudo com droga e puta hahaha moral da história: morreu ano passado de overdose na miséria.

    Nos últimos anos este playboy perdeu toda fortuna herdada e foi trabalhar de segurança num estacionamento para sustentar o vício.

    Caso números três ganhou milhões empreendendo nos anos 90&2000, foi ficar brincando de super empreendedor e acabou devolvendo tudo anos mais tarde, nunca mais se recuperou e hoje vive como operário.

    Caso numero quatro: Dono de empresa que cresceu o olho para viver na alta sociedade , para manter o status começou comprometer caixa da empresa e posteriormente se endividar com bancos, no final das contas teve de vender a empresa para quitar dívida trabalhista e hoje vive como pião. KKKKK

    Por ultimo um conhecido montou um negocio promissor e começou a ganhar muito dinheiro, ao mesmo tempo que ganhava chegou a ter três carros financiado Hilux, Corolla e outra carro popular para esposa, além disso tinha uma moto avaliada em mais de 15 mil .

    O dinheiro da empresa vinha de contratos temporários com empresas que foram cancelas posteriormente, como ele havia gasto todo caixa da empresa ficou sem dinheiro para pagar todos financiamento e dívidas etc Reza lenda que teve de recorrer para agiotas.

    No final das contas quebrou a empresa e entrou em depressão e cometeu suicidou na sala de casa, foi muito triste este episódio.


    Trabalhei muitos anos no meio dos pião, tenho histórias mais bizarras ainda para contar.



    Abraço










    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mestre,

      Essas histórias são muito bizarras. Dá para aprender muito com elas. Também tenho muitas, mas como morei muito tempo na zona rural, as minhas histórias são voltadas mais para esse meio.

      Obrigado por contar essas histórias.

      abraços.

      Excluir
    2. É interessante notar como o dinheiro não perdoa erros. Tanta gente reclama de heranças e do capitalismo, mas nesse sentido o sistema é bem justo. Se a pessoa não gerencia as coisas com cuidado ela perde tudo mesmo.

      Já tive muitos casos assim na família, de gente receber terras de herança e por achar que o rendimento delas era baixo, vender tudo para gastar em bens de consumo entre outros casos de burrices financeiras extremas.

      Excluir
  8. Caramba Cowboy, que relato hein! Que burrada mesmo.
    Agora fiquei impressionado também com os outros relatos aqui nos comentários. Tem gente com pensamento pra tudo. O bom de elr essas histórias é que a gente vai se vacinando contra isso.

    Meu breve relato: Eu já comprei carro financiado, fazendo consignado pra poder ter o dinheiro de entrada. Comprometi fortemente meu orçamento, recorrendo a cartões e cheque especial todo mês. Precisei me desfazer do carro quase 2 anos depois, vendi outras coisas que comprei por impulso, e desde então venho tentando quitar as dívidas restantes para poder em fim embalar na caminhada da IF. Tudo relatado no meu Diário lá no blog hehe.

    Não ganhei nenhuma herança grande, ou tive sorte de algo meu valorizar bastante. Mas mesmo assim aprendi bastante com esses meus erros.

    Abraços e até mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é DdP,

      É melhor aprender com os erros dos outros, mas eu já me ferrei em muitas coisas também e de agora em diante quero aprender os erros alheios.

      Abraços.

      Excluir
  9. Rapaz cowboy, essas histórias de gente que vende apê e torra tudo chega dá arrepios. Muitas das vezes, é melhor deixar o dinheiro travado ali no imóvel. Rendendo pouco, porém esta garantido lá.

    Se bem que o casal do seu texto não tinham noção financeira alguma. Aí, não tem dinheiro que resolva o problema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá AF,

      Pois é, esse colega é gastador e já fez outras besteira pequenas no passado.

      Abraços.

      Excluir
  10. Pode ser classe A ou ganhar um salário mínimo por mês, não importa, se não tiver educação financeira, nunca terá nada guardado, será um eterno dependente do salário. Conheço um caso de um cara que recebeu de herança muito dinheiro, daí parou de trabalhar l, ficou na esbornia por uma década e hoje virou serralheiro alcoólatra.
    É triste mas existem muitos casos assim .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá BP,

      Isso é verdade. Educação financeira é tudo. Há várias histórias de gente que ganhou milhões em jogos e perderam tudo.

      Abraços.

      Excluir
  11. Preciso cuidado, construir patrimônio demora geralmente muitos anos, destruir patrimônio demora poucos anos.

    Começar logo comprando um carro de 60 mil que daqui a uns anos vale metade ou nem isso.

    Depois diminuíram a renda e aumentaram os gastos, ótima forma de diminuir patrimônio.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá DIL,

      É difícil adquirir um patrimônio considerável.
      Esses caras vivem no meio de gente que só sabem gastar eles acabam os seguindo.

      Abraços.

      Excluir
  12. Se o cara já tem imóvel. sou contra vender para morar de aluguel, principalmente quando as pessoas não tem inteligência financeira, como no caso do seu conhecido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois Beto,

      O cara vendeu por impulso. Viu que era muita grana na época e ficou vislumbrando.
      Temos que nos controlas para não fazermos besteira.

      Abraços.

      Excluir
  13. Se ele tivesse realmente se arrependido do erro de vender o apto e gastar todo o valor, não continuaria fazendo viagens caras.
    Estaria economizando para compensar o erro do passado.
    A vida é dele e faz o que quiser, mas não acreditei que ele reconheceu seu erro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alemão,

      Acredito que não reconheceu também. O problema de muitos é fazer besteiras e chorar, mas nunca procurar uma solução para resolver o problema.

      Abraços.

      Excluir
  14. Essa história mostra o quanto ter educação financeira é importante pra não fazer cagadas como essa, não tenho duvidas que João possa ser um ótimo trabalhador e seja bastante dedicado já que até trabalhou em 2 empregos pra juntar grana, mas sem educação financeira pra fazer bons investimentos é como se esse todo esforço fosse em vão.

    Também ja ouvi muito dessas histórias por aí, e realmente acho uma pena porque é simplesmente falta de educação financeira e busca de status esses casos. Deve ser muito ruim pra pessoa saber que já teve uma casa quitada com uma boa situação financeira e hoje não tem mais por causa de um erro desses.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá JP,

      Se ele tivesse educação financeira ele não teria feito besteira.
      Existem muitas histórias parecidas com essa.

      Abraços.

      Excluir
  15. Tem histórias que num primeiro momento parecem até mentira, mas sei que há casos assim.

    Casos de pessoas que constroem um certo patrimônio e depois jogam por água abaixo Casos como o do João quase sempre tem outra(s) pessoa(s) envolvidas. Um cônjuge com objetivos e comportamentos muito diferentes pode levar o seu marido ou esposa a tomar decisões precipitadas.
    Outra coisa: O cara vive anos a fio numa vida discreta, muitas vezes ouvindo parentes e amigos fazendo criticas diretas ou indiretas por conta disso, dizendo que o cara não curte a vida, que é mão de vaca, que fica juntando dinheiro para mulher levar na separação, gastar com amante etc, que caixão não tem gaveta e por aí vai.
    Aí chega numa altura da vida que o cara já meio saturado resolve chutar o pau da barraca, largar o emprego e arriscar qualquer outra coisa, tirar período sabático e afins...
    Resultado o cara se afasta de sua profissão original, depois de algum tempo não consegue recolocação a altura (a maioria de nós somos plenamente descartáveis no mercado de trabalho) ai está feita a receita da falência.
    É questão de tempo pro patrimônio ser destruído.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,

      Se a pessoa não for forte mentalmente ela vai fazer besteiras por causa dos outros.

      Abraços.

      Excluir
  16. É cara cada um pensa de um jeito e eu respeito isso, mas para mim não há vantagens em vender nenhum imóvel que a pessoa tenha por causa desse lance da valorização constante que eles estão tendo nesse país faz um bom tempo.

    Eu acho mais negócio você alugar os imóveis e caso alguma crise que deixe seus imóveis com vacância se você tiver boas reservas dará para aguentar tranquilamente com eles fechados (e nisso as casas levam vantagens sobre os apartamentos por não haver condomínio) até passar, porque essas coisas são cíclicas mesmo.

    Seja essa alta dos imóveis uma bolha ou não o fato é que se você vender algo hoje nunca mais vai conseguir comprar um imóvel igual pelo mesmo preço.

    O erro maior mesmo foi ter vendido um imóvel para gastar o dinheiro. Se ele tivesse investido esses 300 mil pelo menos teria se multiplicado. Ele agiu com mentalidade de pobre mesmo.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,

      O fato não é vender, como você falou. Se ele tivesse investido esse dinheiro ele estaria muito bem hoje. Só que ele agiu errado. O problema é que ele falava da burrada que fez, mas mesmo assim não procurava reverter isso.

      Abraços.

      Excluir
  17. Infelizmente historias assim são muito comuns! Eu tenho caso na familia que aconteceu algo parecido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá RC,

      É verdade. Temos muitos exemplos próximos.

      Abraços.

      Excluir
  18. Cowboy, eu entendo que o maior erro do João não foi a venda do apartamento em si, mas não seguir a regra de gastar além de seu salário apenas o ganho real que ele obtinha na aplicação financeira.

    Se ele não perceber o que de fato causou isso, vai seguir fazendo burrada, gastando mais do que pode e achar que morar de aluguel não vale a pena...

    Para enriquecer a discussão: http://www.viagemlenta.com/2016/09/alugar-ou-comprar-um-imovel-minha-experiencia-opiniao-e-bobagens-diversas.html

    Abraço e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá André,

      O problema é que ele vendeu e não soube aplicar o dinheiro e saiu gastando para todos os lados.
      Ele mora de aluguel, mas o aluguel é caro, pois é em bairro de rico.

      Obrigado pelo post. Acho que já li, mas ler de novo.

      Abraços.

      Excluir
  19. Cowboy, não achei errado ele vender o apartamento. O problema aí liquidar patrimônio e usar o dinheiro pra consumo. Ai é muita burrice! rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Enriquecendo,

      Sim, o problema é que ele não sabia o que estava fazendo. Então, foi burrice. Ele já ganhava bem na época e nem precisava usar esse dinheiro.

      Abraços.

      Excluir
  20. Fala CI, o cara vende o apartamento e liquida tudo em seguida rsrsr, agora que vá morar na europa rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá SP,
      Pois é, segue trabalhando para os outros. rsrs

      Abraços.

      Excluir
  21. Olá CI

    Semana passada, tomei uma cerveja com o João numas de suas viagens, a nova dele agora é que ele deseja imigrar para Europa mas não sabe como irá conseguir grana já que vendeu seu apartamento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá VDD,

      Será que estamos falando do mesmo cara. kkkkkkkk.

      Abraços.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...