segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Como a esquerda infiltrou na zona rural

Vou relatar aqui algumas situações das pessoas que vivem onde eu nasci e fui criado até a minha vida adulta. Eu nasci no meio da década de 80, nessa época não tinha energia elétrica, água encanada, televisão na casa de meus pais e na maioria das casas da região. Tenho poucas lembranças dessa década, mas da década de 90 eu tenho muitas, principalmente quando iniciei meus estudos, por volta de 1992. 


Inicio dos meus estudos


Estudei da 1ª série a 4ª série em uma escola na zona rural. Para chegar a essa escola era cerca de 1 hora de caminhada. Caminho entre pastos e florestas. Esse caminho foi feito durante 4 anos. Claro que eu não iria sozinho. Fazia esse percurso com meus primos, irmãos e colegas que também estudavam na mesma escola. Era um tempo difícil, mas na época nem percebia, pois considerava isso normal. 


Estudos - 5ª série ao 3º ano


Nessa fase eu fui  estudar na cidadezinha que faz parte do município de onde eu sou. Durante os primeiros anos a minha jornada era a pé, a cavalo e de jegue. Muitos colegas da minha antiga escola desistiram de ir estudar na cidade, devido ser mais longe, falta de interesse, etc. Alguns retornaram depois de alguns anos quando o prefeito colocou uns ônibus escolares velhos para nos transportar.

Nessa fase era bem mais complicado, pois era bem mais longe. Muitos desistiram, mesmo quando tinha transporte. Eram uns ônibus que viviam quebrando, mas eu e a grande maioria não desistiram e terminamos os estudos. Desses que concluíram o ensino médio. Acredito que menos de 10% procuraram fazer faculdade ou outros cursos.

Voltando aos anos 90


Eram tempos difíceis. Não tinha água encanada, energia elétrica. Poucas pessoas tinham esses recursos. As pessoas trabalhavam muito, pois sabiam que não tinha ninguém e nem governo para os ajudar. A maioria plantavam, criavam galinhas, porcos, vacas, etc.

Lembro que quando implantou o plano real (não estou defendendo) as coisas começaram a melhorar e no final dos anos 90 a energia elétrica, água encanada chegou. Isso facilitou muito, pois não era preciso mais andar com o gado por quilômetros para dar água  e nem transportar água para beber, lavar e fazer comida. Começamos a ter uma vida mas facilitada. 

Anos 2000


Aqui lembro que o o governo FHC começou com a bolsa-escola, cujo objetivo era pagar uma bolsa mensal em dinheiro às famílias de jovens e crianças de baixa renda como estímulo para que essas frequentassem a escola regularmente. Logo depois que o mandato do FHC terminou e com a entrada de Lula o programa mudou para bolsa família o qual incluía mais coisa, por exemplo, bolsa gás. Aqui vi que as pessoas começaram a ficar preguiçosas. Não trabalhavam como nos anos 90, mesmo as coisas sendo mais fáceis, tendo mais recursos. Pois estavam conformadas com a bolsa esmola. 

Cartão dos esquerdistas

Atualmente, a maioria das pessoas são esquerdistas. Doentes pela esquerda, principalmente pelo PT, pois ficam com medo de perder a bolsa família caso outro presidente seja eleito. Não querem saber de trabalhar. Não plantam, trabalham pouco. Estão conformados com a mixaria que tem, ficam esperando que o governo dê de tudo. Às vezes meu pai procuram alguém para trabalhar para ele, mas a maioria não querem, mesmo pagando bem, oferecendo café da manhã, almoço, café da tarde e jantar.

Eu fico indignado com isso, pois na época que os tempos eram bem mais difíceis as pessoas tinham aquela garra em querer crescer, plantar, criar animais para o sustendo. Hoje elas só querem saber de farra, putaria e ser sustentadas pelo governo. E aqui também entra a mídia, pois elas estão tendo acesso e estão alienadas mais ainda. Não vou cravar aqui, mas acredito que quase 95% da população do meu município recebe bolsa família, mesmo aqueles que não precisam. Nas últimas eleições 90% votaram no PT.

Abraços,
Cowboy Investidor

49 comentários :

  1. Cowbow, sempre morei na cidade, mas a maioria dos meus parentes são do interior, realmente antes do plano real era tudo muito díficil, depois com o real começaram as mudanças e graças a Deus para melhor.
    no entanto na minha família, todos continuam trabalhando não conheço ninguém que recebe bolsa família, realmente acomodação é complicado.

    Quando der visita meu blog, abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá IG,

      Pois é, era bem difícil mesmo. Não sei de qual interior seus parentes são, mas no norte, nordeste e uma parte de MG, a maioria recebe bolsa família.

      Abraços.

      Excluir
  2. Liberal na Economia, Conservador nos Costumes, Bolsonaro 201828 de agosto de 2017 17:41

    Não precisa ter medo de defender o plano real. Foi uma das poucas coisas decentes criadas nesse país, obviamente antes do FHC demitir o Gustavo Franco em 1999 (este defendia mais a moeda que sua mulher rs, mas é um gênio e corajoso) pra botar canalhas esquerdistas da ala do Serra/Aloísio Nunes no lugar. De 2003 em diante então, nem comento.


    "e no final dos anos 90 a energia elétrica, água encanada chegou"


    Isso nem foi tanto graças ao Plano Real, mas sim às PRIVATIZAÇÕES. E olha que nem foram feitas de forma decente (o governo criou centenas de "agências reguladoras" pra continuar metendo o nariz onde não deveria estar). Mas um mínimo de deixar a iniciativa privada cuidar das coisas e as melhoras são visíveis, imagina se o país fosse realmente aberto e não existissem esse cartel-clubinho restrito e intocável de empresas elétricas, empresas de telefonia, etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bolsonaro 2018,

      O Plano Real foi bom mesmo, foi uma das coisas que o Brasil conseguiu acertar.
      Essas agências acabam atrapalhando muita coisa e isso faz com que o Brasil não cresça.

      Abraços.

      Excluir
    2. Acho que a melhor forma é a parceria publico privada. Não tem como deixar empresas privadas decidirem tudo em relação à infra estrutura de um país. O interesse deles é o lucro, e não o bem de todo o Brasil. Agencias reguladoras (e não atrapalhadoras e "estorquidoras") sempre devem existir na MINHA OPINIÃO

      Excluir
  3. Começar a revolução através do campo é sonho dos comunistas desde a década de 30 ou 40. No governo militar foram suprimidos, mas assim que voltaram ao poder agiram com força. Lembro das primeiras invasões nos anos 90 e acampamentos desses vagabundos na beira da estrada. Lembro do número aumentando e gente que nunca viveu da terra sendo cadastrada. Lembro de quando desarmaram a população e da implantação da compra de voto através da esmola.
    Os livros de história não lembram, e é nisso que o Brasil está atolado hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá CF,

      Eu não sabia desse fato da década de 30 ou 40.

      Esse povo do MST não produz nada, eles só fazem baderna. Um monte de comunista pau-mandado quebrando as plantações e invadindo terras.
      Hoje o povo está acomodado com essas bolsas. Quem falar que é mentira se faz de cego para não enxergar.

      Abraços.

      Excluir
    2. Sim, a ideia era usar os "proletários" do campo pois eram a parcela mais imobilizada e ignorante da população, e também os praças do exército que também geralmente vinham de origem pobre, burra e com um senso distorcido de idealismo socialista como obrigação da Pátria com os mais pobres.
      Houveram diversas tentativas de revolução, financiadas pela China e União Soviética como no resto do mundo.

      A coluna prestes tentou rasgar o Brasil no meio angariando pessoal do campo pelo caminho, enquanto assatava, matava e estuprava quem não aderia.

      O comunista João Goulart financiava guerrilheiros com dinheiro soviético e por isso foi deposto pelo congresso.

      A guerrilha do araguaia foi a última tentativa (antes da criação do MST) de tornar o Brasil uma espécie de soviete financiado pela produção de drogas. Muitos desiludidos que sobreviveram se tornaram mineiros na Serra Pelada.

      Excluir
    3. Excelente explicação CF.

      Obrigado.

      Excluir
    4. Verdade. Esse uso político de necessidades reais de uma minoria de pessoas atrapalham as coisas acontecerem. Existem realmente pessoas que gostariam de uma terra para empreender, mas a maioria que existe hoje são oportunistas. O que a UNIÃO mais tem é terra.

      Excluir
  4. Na Venezuela o governo criou um programa lá que proíbe o empregador de mandar embora quem ganha 1 salário mínimo. Agora pensa o tanto de gente que se acomodou com isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá GA,

      Já ouvi falar nessa lei mesmo. O povo é burro. Não pensa em crescer, fica nessa vidinha de merda.

      Abraços.

      Excluir
  5. Você tinha uma vida bastante difícil mas conseguiu.

    Pelo menos aparentou ter uma família "normal", com seus integrantes sãos mentalmente.

    Ter um irmão com transtorno mental e uma mãe (e família) que não te entende, não te escuta, não liga para ti, não te deixa nem trabalhar nem se concentrar para estudar para um concurso ou vestibular é pesado demais para uma pessoa.

    Vai aparecer uma oportunidade na escola para mim, pode ser pouco, mas é a única coisa que eu poderei fazer agora. Quem sabe não é o início de uma volta por cima.

    Mas eu não sei o que fazer da minha vida depois de terminar a escola.

    Ela acha que é só terminar a escola, fazer uma universidade, arranjar um emprego e levá-los para morar na cidade grande.

    Só que se eu chego em casa dizendo que fui aprovado para a 2 fase de alguma olimpiada ela pouco se importa, fala que é preocupação.

    E ainda tem meu irmão que não entende de nada e controla nossas vidas. Não tolera mais ninguém aqui em casa, só eu e minha mãe.

    A gente é pobre, vive de beneficio mesmo, ninguem pode trabalhar. Ñ tem tratamento adequado no SUS e ele já está velho e chances diminutas de melhora.

    Eu não sei se vou poder viver minha vida normal com o qualquer outra pessoa.

    Eu estou cansado. Ninguem me entende, é tudo ou vitimismo ou coitadismo. Eu acho que nem tenho capacidade de ser feliz.

    So sei que nao vou ter 30,40 anos me lamentando. Eu tiro minha vida antes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anônimo.

      A vida é complicada mesmo, ainda para quem nasceu fudido e tendo gente puxando a gente para baixo. Hoje faculdade não é sinônimo de emprego, se eu fosse você faria um curso técnico primeiro, nada de curso modinha, como técnico do trabalho, ambiental, etc. Se sua família está te atrasando, converse com eles e se nada resolver saia fora.

      Tire esse negócio de suicídio da cabeça e bola para frente.

      Abraços.

      Excluir
    2. Eu queria ser positivo assim Cowboy, mas não consigo.

      Infelizmente não é só conversar e cair fora.

      Tem um blog que tem minha história mais detalhada. Não estou fazendo propraganda não, tanto que nem vou colocar link. É nos posts do dia 5 e 16 de Agosto de 2017 do blog do Ser Lixo.

      Se puder ao menos ler para entender mais minha história.

      Excluir
    3. Está nos comentários.

      Excluir
    4. Olá Anônimo,

      Eu li seu relato. Apesar de você está com depressão a sua família é mal estruturada. Eu não tenho muita sugestão diferente das que foram dadas lá no blog. Primeiramente termine seus estudos e tente algum emprego para começar.

      Eu não sei como são as fazendas por aí, mas se tiver algumas tente algum emprego por lá. É muito fácil encontrar um mesmo sendo fraco fisicamente. Tem uns trabalhos que é só cuidar de animais que não exigem muita força. Depois que você tiver uma boa grana tente outras coisas.

      Abraços.

      Excluir
  6. kkkk só tem entendido de povão aqui. Vocês assistem Roda Viva e depois William Waack né? ��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anônimo,

      Eu não assisto nenhum desses programas que você citou. Você que entende muito de povão deveria relatar um pouco aqui.

      Eu não descrevi o que ocorre lá onde eu nasci, mas isso não é só lá. O Brasil está esquerdista e as pessoas querem que o Estado cuide delas.

      Abraços.

      Excluir
    2. Cowboy , continua com essa de direita x esquerda e o Temer, o Bolsonaro, Dórias da vida e etc estão se aproveitando disso e ferrando com a população. Não existe esquerda nem direita, dessa briga se aproveitam os oportunistas de ocasião com posições grosseiras e radicais. Veja, o povo passa(va) fome, situação de miséria extrema (mesmo na cidade), eram pessoas invisíveis. Não creio ser o seu caso mas é patético ver gente que ganhou mesadinha do papai por ANOS, ganhou carro do papai, 1estudou em universidade pública, etc ficar indignado por que estão pagando 120 reais pra uma mulher com 5 filhos que mora numa quebrada no interior do Brasil. Acordem a vida real não é o que rola no Facebook.

      Excluir
    3. Olá anônimo,

      Claro que existe esquerda e direita. Aqui no Brasil praticamente todos os partidos são de esquerdas. Você realmente acredita que não há diferenças?

      Eu nunca recebi mesada, pois nasci em uma família pobre. Todo benefício é bom, o que não pode é se acomodar com isso, mas muitos se acomodam. Como é o caso que relatei. Eu fico indignado por aqueles que não querem se livrar dessas bolsas e acabam vivendo uma vidinha de merda.

      Uma coisa que mais vejo são esses esquerdistas caviar, que ficam pregando o comunismo. Esse povo nem sabe o que está falando.

      Abraços.

      Excluir
    4. " ficar indignado por que estão pagando 120 reais pra uma mulher com 5 filhos que mora numa quebrada no interior do Brasil"
      Você acha absurdo? Eu não! Sabe por que? Esses 120 reais são meus e dou para essa mãe com 5 filhos se eu quiser!
      Nossa Bufunfa! Como vc é mau!
      Não sou, apenas sou contra ser obrigado a fazer da forma que o governo quer fazer.
      Isso tem que ser opcional, afinal de contas é nada mais que uma doação. Te garanto que se dependesse das pessoas e não fosse tirado à força delas, à ajuda aos pobre seria maior

      Excluir
    5. "se dependesse das pessoas e não fosse tirado à força delas, à ajuda aos pobre seria maior"

      Concordo com essa frase. O governo quer levar vantagem nas nossas custas.

      Excluir
  7. Endereço temporário do reduto:

    https://opobre-diabo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Fala CI, eu tenho parentes no PR, realmente o plano real trouxe beneficios, mas lá também há muitos esquerdistas, que reclamam de tudo, ninguém quer trabalhar mesmo... terras, só querem invadir as produtivas, ou seja, tudo prontinho...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá SP,

      Pois é, eu gosto da roça, mas às vezes nem tenho vontade de aparecer por lá devido as pessoas de lá ficar só reclamando no meu ouvido.

      Abraços.

      Excluir
  9. Porque se incomodar tanto com a bolsa? Não recebo e graças a Deus nunca precisei. O valor é baixo, quem recebe está na miséria. Enquanto isso juízes ganham auxílio moradia acima de 4 mil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque vivemos sob a merda da democracia e bolsa é compra de votos.

      Excluir
    2. Correto CF,

      As pessoas não votam em outro candidato com medo de perder o benefício.

      Abraços.

      Excluir
    3. Me importo tanto com o bolsa família como o auxílio moradia pois o dinheiro que eles recebem é meu!
      O pior de tudo é que o objetivo é mais comprar a pessoa do que ajuda-la

      Excluir
  10. Pois é meu amigo. Eu sou totalmente a favor de políticas de inclusão social. Você mesmo disse que muitas coisas melhoraram na vida das pessoas do seu município. Eu também lembro na minha infância como as coisas eram difíceis. O Brasil enriqueceu muito. OS pobres de hoje são a "classe média" dos anos 80. Não que a maneira que vivemos hoje é satisfatória, mas na minha infância a percepção de quem tinha carro, video game e biscoito recheado em casa era de que eram ricos.
    Mesmo com tanta corrupção o Governo conseguiu fazer coisas boas, de forma que a riqueza gerada no Brasil também serviu para elevar o padrão da vida das pessoas comuns (mesmo que a maior parte tenha sido para os ricos se tornarem mais ricos)
    Infelizmente vimos uma coisa boa virar arma da esquerda para compra de votos.
    Inclusão social é muito mais do que dar dinheiro. Além disse, deveriam existir regras claras e obrigações para quem recebe esse cartão. Deveria existir cursos técnicos e trabalhos "voluntários" que tanto a sociedade precisa. Receber de graça e não fazer nada não dá. Tem que ser um trampolim para melhorar a vida e a sociedade, e não uma eterna rede baiana do conforto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá SB,

      O problema é que eles fazem errado. Tem que dar a isca para pescar o peixe, não o peixe. Assim as pessoas se acomodam. Não são todos, mas é a maioria.

      Abraços.

      Excluir
  11. Fala Cowboy

    Sabe quais são os posts da finansfera que as pessoas mais apresentam engajamento nos comentários? Aqueles que são em formato de histórias da vida.

    Sou um leitor assíduo de seu blog justamente por conta do método de seus posts. Continue assim, pois além da narrativa ser atrativa o conteúdo é prazeroso (e rende muitas discussões, como se denota acima).

    Abs amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá TR,

      Obrigado pelo comentário.
      Também gosto do seu blog.

      Abraços.

      Excluir
  12. Acho importante tais benefícios, mas o que fudeo foi a "causa efeito" que causou na sociedade, a ideia inicial era para as pessoas saciarem sua necessidade vital que é se alimentar (o homem precisa comer antes de pensar), para assim, tocar o rumo de vida, procurando uma vida melhor, tipo ir procurar estudar já que não precisa se preocupar tanto com comida uma vez que tem benefício, mas o que aconteceu foi horrível, os beneficiários travaram com os benefícios e o viram como uma espécie de IF, até fizeram manifestações reclamando que com o valor da bolsa não dava pra comprar calça para os adolescentes da família, pqp.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá LB,

      Pois é, o governo faz errado. Deveria ser só uma ajuda.
      Lembro desse vídeo da calça de R$300,00. Complicado isso.

      Abraços.

      Excluir
  13. Olá Cowboy!

    Parabéns pela determinação em seguir em frente. Como mostra no texto, não foi nada fácil estudar... Legal que não desistiu!

    Quanto ao bolsa família, concordo quanto a acomodação de partes (talvez maioria).

    Vou procurar um texto que achei muito bom justificando a bolsa família. Se eu o achar postarei no blog.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado II,

      Que eu saiba até Suíça tem bolsas que ajudam os cidadãos, mas eles nem gostam muito em receber e logo procuram uma ocupação. Falo isso porque eu conheço um cara que é suíço.

      Eu já vi alguns texto que justificam a bolsa família. Eu critico a forma como é aplicado, pois cada dia aumenta a quantidade de pessoas que recebem. Deveria ser ao contrário. Aqueles que tiveram uma ajuda deveriam procurar uma ocupação para não depender do benefício.

      Abraços.

      Excluir
    2. Entendo seu ponto! Realmente alguns (para não dizer muitos) se aproveitam da ajuda e se acomodam.

      Excluir
  14. Bolsa Família deveria ser para casos extremos, ou seja, para evitar que uma família passasse fome por exemplo. Em paralelo deveria haver um trabalho para tirar essa família da situação de miséria, ensinando a pescar, sem dar o peixe. Programas de inclusão profissional.
    A mentalidade esquerdista é dominante hoje no Brasil, porque a partir dos governos militares os comunistas tiveram que se reinventar e agir nos bastidores. Fizeram isso seguindo a cartilha de Antônio Gramsci, um comunista vagabundo que ficou muito tempo preso e pensando em como dominar a sociedade aos poucos através da difusão das idéias de forma mais disfarçada, dominando a mídia, as universidades e a cultura em geral. A Rede Globo desde aquela época, com suas novelas, vem fazendo muito bem o papel de incutir idéias esquerdistas na cabeça do povo sem que eles percebam.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá SF,

      Isso é verdade. A mídia faz uma lavagem cerebral enorme. Conheço muita gente que está sendo afetada com essa mídia podre.

      Abraços.

      Excluir
  15. Olá CI

    O maior problema é como eles se infiltraram nas escolas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá VDD,

      Isso é verdade. O que tem de comunistinha não é pouco não.

      Abraços.

      Excluir
    2. Esse é o ponto! muitos professores manipulam os alunos e fazem praticamente uma lavagem cerebral neles em prol do partido.

      Excluir
  16. Que post preciso, Cowboy
    Na minha cidadezinha a esquerda é uma praga, mais de 80% da população vota em Lula, estou vendo como vou fazer para reverter essa situação. Na ultima eleição fiz até campanha, pra aquele palerma, do Aécio Neves( filho da puta safado), distribui santinhos, fui adesivado vota, todo mundo me olhava todo esquisito, com ódio no olhos hahahaha

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá HoC,

      Pois é, tente mudar a mente das pessoas lá. Sei que é difícil, mas talvez você consegue mudar os mais novos.

      Aécio é um bandido.

      Abraços.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...